esquerda


Leia a Última Edição!

II Série Volume 30 Número 1
Janeiro 2017

E-ALERT:

menu esquerda
 
   
 
 
 
 


  1- Factores de recorrência das lesões intraepiteliais do colo do útero.

2- Duodenoscopia e colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (cpre) no diagnóstico da patologia biliar e pancreática. Experiência dos primeiros 150 exames.

3- História natural da dilatação pielocalicial pré-natal.

4- Mefedrona, a Nova Droga de Abuso: Farmacocinética, Farmacodinâmica e Implicações Clínicas e Forenses

5- Erisipela.

6- Abordagem terapêutica das úlceras de pressão--intervenções baseadas na evidência.

7- Drogas antidepressivas.

8- Traumatismo Crânio-Encefálico: Abordagem Integrada

9- Ulceras genitais causadas por infecções sexualmente transmissíveis: actualização do diagnóstico e terapêuticas, e a sua importância na pandemia do VIH.

10- Abordagem actual da gota.

11- Vasculite livedóide.

12- Tratamento antibiótico da cistite não complicada em mulheres não grávidas até à menopausa.

13- Cisto de Tarlov: definição, etiopatogenia, propedêutica e linhas de tratamento.

14- Inversão uterina.

15- Urolitíase e cólica renal. Perspectiva terapêutica em Urologia.

16- Princípios básicos em cirurgia: fios de sutura.

17- Rabdomiólise.

18- Glioblastoma multiforme ... com apresentação multifocal.

19- Abordagem diagnóstica das neuropatias periféricas.

20- Distócia de ombros: uma emergência obstétrica.

 
   

Pneumatose Gástrica Induzida por Endoscopia



A 78 year-old man, being studied for wasting syndrome with unspecific symptoms, performed a contrast-enhanced computed tomography (CT) scan, revealing stomach hipodensity and distension with linear hipodensity in the fundus wall, promptly visible on the scout view (Fig. 1A). On the axial and multiplanar reconstruction images there are findings of gastric pneumatosis (intramural gas) (Fig.s 1B, 1C, 1D), a rare finding, the stomach being the least common location of intramural pneumatosis in the gastrointestinal tract. Several causes have been described, emphysematous gastritis being the most lethal. 

There were no relevant clinical or analytical findings, no signs of pneumatosis in other segments of the gastrointestinal tract or the portal vein. The patient underwent an upper gastrointestinal endoscopy two days before, where two biopsies were performed in the duodenal bulb. This prompted the diagnosis of endoscopy-induced gastric pneumatosis.
Therapy was supportive and the control CT performed eight days later revealed spontaneous resolution (Fig. 2).

Leia o artigo completo aqui (apenas em inglês)