Untitled
esquerda


Leia a Última Edição!

II Série Volume 34 Número 7-8
Julho-Agosto 2021

E-ALERT:

menu esquerda
 
   
 
 
 
 


  1- Factores de recorrência das lesões intraepiteliais do colo do útero.

2- Duodenoscopia e colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (cpre) no diagnóstico da patologia biliar e pancreática. Experiência dos primeiros 150 exames.

3- Mefedrona, a Nova Droga de Abuso: Farmacocinética, Farmacodinâmica e Implicações Clínicas e Forenses

4- História natural da dilatação pielocalicial pré-natal.

5- Drogas antidepressivas.

6- Erisipela.

7- Abordagem terapêutica das úlceras de pressão--intervenções baseadas na evidência.

8- Traumatismo Crânio-Encefálico: Abordagem Integrada

9- Ulceras genitais causadas por infecções sexualmente transmissíveis: actualização do diagnóstico e terapêuticas, e a sua importância na pandemia do VIH.

10- Abordagem actual da gota.

11- Vasculite livedóide.

12- Cisto de Tarlov: definição, etiopatogenia, propedêutica e linhas de tratamento.

13- Tratamento antibiótico da cistite não complicada em mulheres não grávidas até à menopausa.

14- Urolitíase e cólica renal. Perspectiva terapêutica em Urologia.

15- Inversão uterina.

16- Princípios básicos em cirurgia: fios de sutura.

17- Neuroanatomia funcional. Anatomia das áreas activáveis nos usuais paradigmas em ressonância magnética funcional.

18- Neuroanatomia funcional. Anatomia das áreas activáveis nos usuais paradigmas em ressonância magnética funcional.

19- Tratamento anti-hipertensivo na gravidez.

20- Demência frontotemporal: que entidade?

 
   

Padrão da Variante Beta do SARS-CoV-2 por Biologia Molecular (RT-PCR)



In March 2021, the presence of the SARS-CoV-2 Beta (B.1.351) variant was suspected and detected in our hospital by real-time reverse transcription polymerase chain reaction (RT-PCR), later confirmed by the National Institute of Health Dr. Ricardo Jorge (INSA) by genomic sequencing. With the increase in the prevalence of SARS-CoV-2 variants in Portugal and the fact that not all laboratories have specific kits to detect these mutations, we believe that it is relevant to share the findings that led us to suspect the presence of a variant in these patients. This variant is considerably more contagious and can quickly worsen the underlying disease of inpatients that share the same ward if they become infected.

Leia aqui a Carta ao Editor (apenas em inglês).