Untitled
esquerda


Leia a Última Edição!

II Série Volume 34 Número 10
Outubro 2021

E-ALERT:

menu esquerda
 
   
 
 
 
 


  1- Factores de recorrência das lesões intraepiteliais do colo do útero.

2- Duodenoscopia e colangiopancreatografia retrógrada endoscópica (cpre) no diagnóstico da patologia biliar e pancreática. Experiência dos primeiros 150 exames.

3- Mefedrona, a Nova Droga de Abuso: Farmacocinética, Farmacodinâmica e Implicações Clínicas e Forenses

4- História natural da dilatação pielocalicial pré-natal.

5- Drogas antidepressivas.

6- Erisipela.

7- Abordagem terapêutica das úlceras de pressão--intervenções baseadas na evidência.

8- Traumatismo Crânio-Encefálico: Abordagem Integrada

9- Ulceras genitais causadas por infecções sexualmente transmissíveis: actualização do diagnóstico e terapêuticas, e a sua importância na pandemia do VIH.

10- Abordagem actual da gota.

11- Vasculite livedóide.

12- Cisto de Tarlov: definição, etiopatogenia, propedêutica e linhas de tratamento.

13- Tratamento antibiótico da cistite não complicada em mulheres não grávidas até à menopausa.

14- Urolitíase e cólica renal. Perspectiva terapêutica em Urologia.

15- Inversão uterina.

16- Avaliação Imagiológica da Coluna Vertebral: Sinais Diagnósticos em Tomografia Computorizada

17- Ectopia pancreática.

18- Glioblastoma multiforme ... com apresentação multifocal.

19- Glioblastoma multiforme ... com apresentação multifocal.

20- Osteopatia estriada com esclerose craniana.

 
   

Revisitando os Conceitos de Pseudoesquizofrenia e Esquizofrenia Secundária



We read with great interest the recent article published in your journal regarding psychosis associated with herbal products.
We would like to congratulate the authors for such an elegant case report. The presented patient, an unusual case of toxic psychosis, could have been easily misdiagnosed as having schizophrenia. Clinicians have, for more than seven decades, and often with far less resources, available, been able to detect these pseudo-schizophrenic cases. More recently, the term “pseudoschizophrenia” has been suggested, by same authors, to be used, before making the diagnosis of true schizophrenia, just like the term “pseudodementia” has been used before making the diagnosis of true dementia.

Aceda aqui ao texto completo (apenas em inglês).