Vasodilator agents in the treatment of chronic cardiac insufficiency.

A. Sales Luís

Abstract


As paIavras de precaução tornam-se assim justificadas, para o momento: 1. a utilização de vasodilatadores na insuficiência cardíaca só é justificável para situações especiais, como complemento e não substituição da chamada terapêutica clássica: 2. A selecção do fármaco deve ser condicionada pela faceta hemodinâmica registada, quanto possível em termos objectivos, exactos, através de pressões intracardíacas e intravasculares, e de valores de débitos e volumes sistólicos. 3. O tratamento deve ser controlado em regime de internamento na sua fase inicial, para avaliar das respostas. 4. Deve haver vigilância atenta e frequente da evolução e do aparecimento de efeitos colaterais. 5. Torna-se indispensável verificar, periodicamente, se persistem as condições hemodinâmicas que levaram a prescrição. Com estes condicionamentos, abrem-se assim perspectivas muito promissoras para os doentes em insuficiência cardíaca congestiva.


Full Text:

PDF (Português)


Refbacks

  • There are currently no refbacks.