Indicators of prognostic value in infective endocarditis. Retrospective evaluation of 37 cases.

José Nazaré, Germano do Carmo, José Carmona

Abstract


Estudaram-se retrospectivamente 37 doentes consecutivos com Endocardite Infecciosa (EI), com o objectivo de procurar índices de valor prognóstico. Foram divididos em dois grupos (G 1 e G II) consoante a resposta a terapêutica médica. O motivo de internamento foi em todos síndroma febril. Havia história de antibioterapia prévia num número significativo de doentes de ambos os grupos. A infecção persistente apesar de terapêutica apropriada e a insuficiência cardíaca intercorrente foram os índices de mau prognóstico. A existência de lesões cardíacas prévias, o embolismo sistémico de repetição, a ocorrência de anemia e as alterações do sedimento urinário não permitiram diferenciar os dois grupos. O

isolamento de Sraphilococcus aureus e a localização da infecção a válvula aórtica, condicionaram um grande número de casos com evolução clínica desfavorável.


Full Text:

PDF (Português)


Refbacks

  • There are currently no refbacks.