Erythrocyte metabolism in human hypothyroidism, before and after short-term hormone substitution therapy.

Carlota Proença, J. P. Barroca, F. Levy Cruz, J. P. Freitas, A. Galvão-Teles, J. Martins e Silva

Abstract


Analisou-se a influência exercida pelo tratamento hormonal substitutivo no metabolismo eritrocitário de 16 doentes com hipotiroidismo primário, estudados antes e durante terapêutica com tiroxina. Além da observação hematológica de rotina, determinaram-se as concentrações de 2,3-difosfoglicerato e adenosinotrifosfato eritrocitários, lactato do sangue total, fosfato inorgânico plasmático, valor de P50 in vivo da curva de dissociação da oxihemoglobina e actividade das seguintes enzimas eritrocitárias: hexoquinase, fosfofructoquinase, piruvatoquinase, desidrogenase da glicose-6-fosfato e desidrogenage do 6-fosfogliconato. A actividade da desidrogenase da glicose 6-fosfato permaneceu, antes e durante a terapêutica, significativamente abaixo dos valores normais. Pelo contrário, o tratamento foi acompanhado pelo aumento da concentração de 2,3-difosfoglicerato, lactato e valor da P50. A concentração do fosfato inorgânico excedia o normal, antes e durante a terapêutica. Os resultados obtidos sugerem que o aumento do consumo de oxigénio induzido pelas hormonas tiroideias e acompanhado pela estimulação, talvez directa, da síntese do 2,3-difosfoglicerato eritrocitário, contudo insuficiente para satisfazer, através da maior dissociação de oxigénio transportado pela hemoglobina, as exigências metabólicas. Os baixos níveis da actividade da desidrogenase da glicose-6-fosfato talvez possam constituir um sinal característico da doença.


Full Text:

PDF (Português)


Refbacks

  • There are currently no refbacks.