Risks and complications of duodenoscopy and endoscopic retrograde cholangiopancreatography (ERCP). Personal experience and review of the literature.

A Ginestal-Cruz

Abstract


Analisem-se os riscos e complicacoes da duodenoscopia e CPRE e as medidas necessárias a sua prevenção, com base na nossa experiência de 150 exames e na revisão da literatura. Depois de sistematizar os parâmetros gerais duma avaliação de factores de risco (do doente, da técnica e da integração de ambos) na fase de experiência inicial duma técnica de diagnóstico, abordam-se os problemas postos por cada uma das quatro fases da CPRE: pré-medicação, duodenoscopia e canulação, colangiografia e pancreatografia. As medidas preventivas adoptadas na nossa experiencia e a avaliação da sua eficácia nas grandes revisões publicadas são confrontadas com os riscos dos fármacos utilizados, das manobras endoscópicas e da injecção canalicular retrograda dos meios de contraste. E dado realce particular a possibilidade de prevenção eficaz das complicações mais frequentes e potencialmente graves a colangite séptica e a pancreatite aguda. Estas são, também, as duas contraindicações major da CPRE. Conclui-se que a baixa incidência de complicações (2,7 % do total de exames e 3,8 % das canulações) e o seu caracter benigno em todos os casos, a par da elevada percentagem de êxitos técnicos (81 %), colocam a nossa experiencia actual aos níveis de segurança e eficácia dos centros mais experientes.


Full Text:

PDF (Português)


Refbacks

  • There are currently no refbacks.